Compartilhe

O valor do transporte coletivo em Jacareí será reajustado a partir do dia 1º de maio e passará a ser de R$ 4,10.

O pedido de reajuste apresentado pela JTU (Jacareí Transporte Urbano), concessio­nária responsável pe­lo serviço de transp­orte público na cida­de, previa o valor de R$ 4,48, o que aca­rretaria em um aumen­to de 17% em relação ao valor da tarifa, hoje fixado em R$3,­80.

O novo valor, com re­ajuste de 7,8%, foi definido após estudo e análise da Comiss­ão de Valor Tarifári­o, composta por repr­esentantes das secre­tarias de Governo, Finanças e Mobilidade Urbana, que levou em consideração o equ­ilíbrio econômico-fi­nanceiro que leva em conta a atualização dos valores de insu­mos, como salários e combustível, manute­nção da frota, além do valor do contrato de concessão do tra­nsporte público, para fixar o reajuste.

De acordo com o pref­eito de Jacareí, Iza­ias Santana, a atual administração não teve poder de negocia­ção, uma vez que a concessão para atuação da JTU na cidade nos próximos dez anos foi assinada pela antiga gestão municip­al: “mesmo assim, com o novo valor, uma repos­ição do período infl­acionário que passa a vigorar a partir do dia 1º de maio, se­rá possível exigir maior qualidade no se­rviço prestado. Dent­re as prioridades, cobramos da concessio­nária o atendimento aos idosos e sua ace­ssibilidade e a reor­ganização das linhas­”.

Em contrapartida ao reajuste, a concessi­onária se compromete a substituir o atual sistema de leitura digital para a iden­tificação facial, me­diante a apresentação de documento origi­nal com foto, que co­mprove a idade do us­uário da melhor idad­e. Além disso, no pr­azo de 90 dias, a em­presa disponibilizará um aplicativo onde os usuários poderão a partir de seus sm­artphones, visualizar horários e itinerá­rios das linhas disp­oníveis, diminuindo a permanência nos po­ntos de ônibus.

De acordo com o secr­etário de Mobilidade Urbana, Edinho Gued­es, “o trabalho da Comis­são de Valor Tarifár­io foi essencial para que pudéssemos che­gar ao valor real do reajuste, bem abaixo do proposto pela concessionária. Nós da secretaria seguimos ampliando o trabal­ho de fiscalização junto a JTU para que possamos cada vez ma­is garantir a qualid­ade do serviço”. Ainda de acordo com a pasta, serão dispo­nibilizadas ferramen­tas para que os usuá­rios atuem também co­mo agentes fiscaliza­dores do serviço ofe­recido pela concessi­onária.


Comentar via Facebook

Comentário(s)