Mesmo retirada de votação, médicos aprovam iniciativa de vereador

0 0

Respeitando análise do departamento jurídico da Câmara Municipal, que emitiu parecer de inconstitucionalidade, o vereador Adriano da ótica (PPS) retirou no último dia 19, projeto de lei de sua autoria que dispunha sobre a obrigatoriedade de exibição de receitas médicas digitadas em computador ou datilografadas, bem como de atestados médicos com o CID (Classificação Internacional de Doenças).

Na ocasião ficou decidido que a Associação Médica, através de sua diretoria, pretende incentivar a categoria adquirir o hábito de prescrever receituário conforme normas do projeto de lei do vereador.

A vereador Adriano da Ótica enalteceu o interesse da diretoria da Associação Médica de Jacareí, “em razão da tamanha contribuição e exemplo que esta categoria vai prestar a toda sociedade jacareiense, inclusive evitando possíveis erros de interpretação dos farmacêuticos ao fazerem a leitura do receituário e venderem remédios errados, podendo inclusive levar à morte o paciente”, ponderou o parlamentar.

Segundo Adriano da Ótica, a matéria foi embasada nos constantes apelos feitos por munícipes em seu gabinete há algum tempo, reclamando sobre o aviamento do receituário médico em geral.

 


A matéria causou interesse na Associação Médica de Jacareí.O médico oncologista Celso Abrahão, convidou Adriano da Ótica para uma reunião no último dia 13, da qual participaram integrantes da diretoria daquela entidade.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *