Autor de “Auto da Compadecida” estará em Jacareí amanhã

0 0

Agosto é o mês do Foclore. E a Fundação Cultural de Jacarhey José Maria de Abreu preparou uma agenda recheada de atrações que valorizam a cultura popular. Na literatura, o destaque é o escritor Ariano Suassuna, que abre a programação. Mas a agenda cultural traz ainda Feira do Milho, Festival de Música Sertaneja, grupo Trem da Viração, Orquestra de Viola Caipira de Jacareí, o sanfoneiro Zé Cupido, Grupo de Teatro Boneco Vivo, Procissão dos Mortos, Cortejo da Cobra Grande, exposições e contação de causos.

A programação começa na sexta-feira (5), às 19h, no EducaMais Espaço Centro, com o escritor, poeta e dramaturgo Ariano Suassuna, que apresenta na uma “aula-espetáculo”, evento que realiza desde 1995. Segundo Suassuna, a denominada “aula-espetáculo” busca a identidade da cultura brasileira, com suas matrizes indígena, portuguesa e africana, através de histórias e reflexões dosadas por um característico senso de humor.

Nascido em João Pessoa (PB), Suassuna é secretário estadual de Cultura de Pernambuco e membro da ABL (Academia Brasileira de Letras). Sua obra mais famosa é O Auto da Compadecida (1955), que além do teatro inspirou a minissérie de TV, que rendeu uma versão para ao cinema. Suassuna é autor também de A Pedra do Reino (1970), Uma Mulher Vestida de Sol (1947), Farsa da boa preguiça (1960) e O santo e a porca (1957), entre outras.

Convites – A “aula-espetáculo” com o escritor Ariano Suassuna tem entrada gratuita, mas limitada. Serão distribuídos 380 convites ao público, com retirada na Biblioteca Municipal Macedo Soares.

Trem da Viração – Ainda na sexta-feira (5), às 21h30, no Pátio dos Trilhos, o grupo Trem da Viração apresenta um repertório de músicas regionais. O grupo é formado por Déo Lopes, Márcio de Oliveira, Cauíque Bonsucesso, Marcelo Moreira, André Braga e Beto Quadros.

As músicas apresentadas pelo grupo têm como marca elementos rítmicos, melódicos e harmônicos presentes na cultura popular como catira, maxixe, batuque, pagode sertanejo, marchinha, congada, xote e baião, e as letras fazem alusão a fatos e personagens passados e presentes na vida cabocla do Sudeste brasileiro.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *