Padre Antonio Maria vai receber título de Cidadão Jacareiense

0 0

 

A Câmara Municipal de Jacareí vai homenagear o Padre Antonio Maria com o título de Cidadão Jacareiense, considerada a mais alta honraria que o Legislativo concede, em nome do povo jacareiense, às pessoas que tenham, de forma direta ou indireta, prestado serviços relevantes à comunidade.

A homenagem é fruto de decreto legislativo de autoria da vereadora Rose Gaspar (PT). Padre Antonio Maria será agraciado com o título em sessão solene a ser realizada em agosto.

Em Jacareí o padre Antonio Maria é responsável pelo mosteiro Ain Karin localizado na região do Campo Grande, onde tem uma vida de oração. O intuito do mosteiro é acolher as pessoas para uma direção espiritual.

São celebradas missas no local uma vez por mês, todo dia 11, às 16h, em honra à Nossa Senhora do Novo Caminho. O sonho do padre é criar um centro de espiritualidade no local para que as pessoas possam ter uma experiência com Deus, além de construir o santuário da Nossa Senhora do Novo Caminho.

Histórico – Padre Antonio Maria nasceu no Rio de Janeiro no dia 17 de agosto de 1945. Filho de Francisco Borges e Mavília Moreira Borges, casal de imigrantes portugueses, tem dois irmãos: Carmelina e Eduardo. Após a primeira comunhão foi para a Cruzada Eucarística. Aprendeu a ajudar o padre na missa, que naquele tempo era ainda toda celebrada em latim.

Na adolescência ingressou na Congregação Mariana e até os seus 15 anos não pensava em se tornar padre. Ele queria ser cantor. Mas, segundo Padre Antonio Maria, os sinais do chamado de Deus eram freqüentes. A partir daí foi à Cascadura, à Igreja do Santo Sepulcro e ingressou na Ordem Terceira. Começou o noviciado e recebeu o nome de irmão Vicente de Paulo. No seminário, em Vale Vineto, concluiu o ginásio e o clássico.

Padre Antonio Maria deixou o noviciado em agosto de 1967 para ingressar no Instituto dos Padres de Schoenstatt. Em 25 de setembro de 1976 foi ordenado padre. Após a ordenação trabalhou quatro anos em Portugal, na Diocese de Aveiro. Voltou ao Brasil em 1981 e assumiu a Reitoria do Santuário da Mãe Três Vezes Admirável, em Jaraguá (São Paulo), onde permaneceu também por quatro anos. Foi nessa ocasião que começou a dedicar-se às crianças da Creche Mãe e Rainha, com o apoio espiritual dos padres de Schoenstatt. Após esses quatro anos foi escolhido Pároco de Jaraguá, cumprindo essa tarefa por cinco anos.

O Padre passou por Roma (Itália), onde teve o seu primeiro encontro pessoal com o papa João Paulo II. Nesse encontro concelebrou a missa em sua capela privada e, após, pôde conversar, falar de seu apostolado pelo canto, que começara a exercer em Portugal, recebendo do papa o incentivo para continuar cantando e fazer do canto instrumento de evangelização.

Padre Antonio Maria teve ainda outros encontros com o papa e num deles, num evento em Roma em comemoração ao centenário de nascimento do Padre José Kentenich, fundador do Instituto ao qual pertence, pôde cantar.

Em 1994, Padre Antonio Maria construiu o Centro Educacional Catarina Kentenich (Jaraguá), que abriga meninos órfãos. Ao todo são cerca de 300 crianças atendidas na creche, no Espaço Gente Jovem e no orfanato. Além do Centro Educacional, existe também a Congregação Filhas de Maria, Servas do Pequenino, fundada no dia 31 de maio de 2000, em Extrema, Minas Gerais, com a benção do arcebispo Dom Ricardo Pedro, da Diocese de Pouso Alegre.

A Congregação Filhas de Maria possui a Casa Mãe em Extrema, o convento em Jacareí, onde ficam as Irmãs Contemplativas, em Alagoas e em Jaraguá (São Paulo).

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.