Manifestações param a região; cinco fábricas de Jacareí aderem ao movimento

0 0

Mais de 15 mil metalúrgicos de 20 fábricas participam das manifestações do Dia Nacional de Mobilizações, Paralisações e Greves em Jacareí, São José dos Campos e Caçapava, só na parte da manhã neste dia 11 de julho. Entre as fábricas que tiveram sua produção parada estão General Motors, Embraer, Avibras e TI Automotive. Houve ainda ocupação da Rodovia Presidente Dutra em três pontos na região.

Na GM, os metalúrgicos entraram em greve de 24 horas e pararam a Via Dutra, no km 142, em São José dos Campos, por 2h15. Também houve paralisação da rodovia no acesso à Embraer e em Caçapava. Na Embraer, a produção foi atrasada em três horas. As manifestações também provocaram atrasos em outras fábricas do setor e no Centro Técnico Aeroespacial (CTA).

Com faixas, os trabalhadores de todas as fábricas exigiam do governo Dilma uma política econômica em favor dos trabalhadores, com medidas como a redução da jornada de trabalho, o fim do fator previdenciário, a adoção do contrato coletivo nacional dos metalúrgicos, o fim das terceirizações e outras reivindicações, como o fim da corrupção e o confisco dos bens dos corruptos e corruptores.

Jacareí

Em Jacareí, trabalhadores de cinco fábricas participaram do Dia Nacional de Greves. Em quatro delas (Parker Hannifin, Emerson, Schrader e DMT), a paralisação é de 24 horas. Na Wirex Cable, a produção foi parada por 2h.

Avibras

Os metalúrgicos da Avibras (unidade IV) pararam 100% da produção e só retornam ao trabalho amanhã. Além das reivindicações da categoria, eles também estão lutando contra o atraso nos salários, que não são pagos para parte dos trabalhadores desde o dia 30 de maio. A Avibras possui 1.200 trabalhadores e produz equipamentos bélicos. Atualmente mantém contrato com a Marinha brasileira.

As manifestações estão sendo convocadas por todas as centrais sindicais do país, com uma pauta unificada, que inclui:

– Redução da jornada de trabalho;

– Fim do fator previdenciário e aumento das aposentadorias;

– Contra o PL 4330, da terceirização;

– Reduzir o preço e melhorar a qualidade dos transportes coletivos;

– Mais investimentos na saúde e educação pública;

– Reforma Agrária;

– Fim dos leilões das reservas de petróleo.

A Dutra teve quatro pontos bloqueados por manifestantes nesta manhã, mas agora o trânsito flui normalmente.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.