Jacareí autoriza individualização de água em prédios e condomínios

0 0

Um decreto assinado pelo prefeito Hamilton autoriza a individualização da água (hidrômetros) – o decreto foi publicado no Boletim Oficial do Município nº 2.537, de 15 de outubro de 2013.

A medida se reflete ainda em mais justiça social, pois aqueles que pagam conta de água elevada devido aos ‘gastões’ de conjuntos habitacionais, com a individualização passará a pagar pelo seu consumo individual. “Os condomínios rateiam a conta de água entre todos os moradores. A individualização fará com que as pessoas reflitam sobre seus hábitos de consumo em conjuntos de moradia coletiva”, explicou a presidente do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Lucilene Gonçalves da Silva.

A nova regra prevê ainda que condomínios mais antigos, que não possuem instalação hidráulica capaz de atender ligações individuais, também poderão projetar e aprovar medição individualizada junto ao SAAE. As despesas para a individualização da água serão de responsabilidade do contratante, ou seja, do empreendedor responsável pela construção.

Os moradores de um condomínio já habitado terão que arcar com os custos. Para os empreendimentos novos com projeto hidráulico sanitário analisado pelo SAAE será cobrado do morador, por exemplo, apenas o custo de uma religação de água — R$ 14,75 – moradia já com a instalação de todos os equipamentos homologados pela autarquia.

O consumo de água do condomínio de áreas comuns (piscina, sanitários, portaria, jardins, espaços esportivos, entre outros) será medido pelo macromedidor (hidrômetro principal) e, descontado o consumo dos moradores, continuará sendo rateado, com valor acrescido na conta dos condôminos.

Como solicitar a individualização da água

A individualização da água ou individualização dos hidrômetros deverá ser solicitada por meio de requerimento junto ao SAAE (rua Antônio Afonso, 460, Centro), das 8h15 às 16h30. Antes de fazer a solicitação, o morador deverá consultar o engenheiro ou empreendedor responsável pela obra. As principais exigências com as novas regras são:

– o empreendimento deverá apresentar projeto hidráulico sanitário e instalação do macromedidor (hidrômetro principal);

– conjunto habitacional com até oito unidades autônomas poderá, a critério do SAAE, dispensar o macromedidor;

– a partir de oito unidades autônomas é obrigatório o hidrômetro principal, além dos individuais por unidade;

– edifícios com até cinco pavimentos terão a caixa protetora de hidrômetro instaladas no térreo;

– edifícios com mais de cinco pavimentos instalarão as caixas nos pavimentos;

– todas as instalações precisam de vistoria e aprovação do SAAE, além de seguir a legislação vigente sobre edificações;

– somente serão admitidos vasos sanitários com caixa acoplada

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.