Mulher acusa cunhado de agressão em Jacareí

0 0

Em seu perfil do Facebook, Ingrit publicou esta foto, que segundo ela, é a prova da agressão

A jacareiense Ingrit Pedroso,  de 26 de  anos, afirma ter sido agredida por seu cunhado, Marcelo Pedroso, diácono da Igreja do Evangelho Quadrangular.

Segundo ela, o ato de violência aconteceu na terça (11), por volta de 12h30, quando Marcelo teria dado um soco nela, além de ter cometido diversas agressões verbais, chamando-a, entre outras coisas, de “endemoniada”.

De acordo com Ingrit, o ato foi uma vingança pelo fato dela tê-lo demitido de uma obra em sua residência, onde Marcelo trabalhava. Ele também teria ameaçado o pai da jovem, de 65 anos.

“Eu e meu marido sempre tivemos problemas com ele. Demiti o Marcelo na segunda-feira, mas fui à casa da mãe dele ontem, para visitá-la. Quando cheguei lá, ele desceu bravo, falando para eu sair dali. Ele me deu um soco e me xingou, fiquei sem reação, além de ter dito que também ia pegar o meu pai”, diz Ingrit. Segundo ela, seu esposo estava dentro da casa no momento da desavença e não viu a agressão.

Ela lamenta não ter chamado a viatura no local, pois assim o agressor seria preso sem direito à fiança. “Fiz exame de corpo de delito hoje (quarta) e em 15 dias chegará o resultado, para que ele seja responsabilizado criminalmente”.

Clique aqui e veja a Lei Maria da Penha, feita para combater a violência contra a mulher.

Outro lado

O Nossa Jacareí tentou contato com Marcelo, que não se encontrava em sua residência. Pelo telefone, sua esposa afirmou que sua família não irá se pronunciar sobre o caso.

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.