Williams não acerta estratégia e Rosberg passeia

0 0

Pela manhã deste domingo, foi realizado o Grande Prêmio da Austria de Fórmula 1, direto do antigo, porém modernizado autódromo Red Bull Ring, em Spielberg. O traçado é o mesmo que fez do antigo Zeltweg e depois A1 Ring uma das pistas favoritas dos pilotos: longos períodos de aceleração, curvas de alta e média velocidade, além de fortes subidas e descidas.

Com o brasileiro Felipe Massa na pole, tendo seu companheiro de equipe logo atrás, o finlandes Valtteri Bottas, a Williams esperava ter um final de semana muito bom, contando com no mínimo um pódio e o 4º lugar, deixando a Mercedes fazer o seu passeio costumeiro na liderança. E foi com esse mínimo que a equipe inglesa ficou.

Com uma estratágia de paradas um tanto quanto estranha, sempre parando 2 ou mais voltas depois da Mercedes, a equipe garantiu à Bottas e Massa o 3º e 4º lugares da prova, respectivamente. Você que leu isso deve perguntar: Massa ficou atrás do Bottas? Sim, terminou atrás. Uma primeira parada no box ruim o fez perder tempo ao voltar a pista atrás das Mercedes e de Bottas. Dai em diante, ele apenas teve carro para administrar a vantagem que tinha sobre Alonso. Ora se aproximava de Bottas, ora ficava bem para trás.

Na frente, Rosberg se aproveitou bem da sua posição no grid de largada (era 3º) em relação à Hamilton, que saiu apenas em 9º. Segurou o ímpeto do inglês durante toda a prova, e não perdeu a posição dianteira em nenhum momento, abrindo mais pontos de diferença no campeonato.

Quem fez boa prova foi o mexicano Sergio Perez, da Force India, que chegou a liderar por algumas voltas devido não ter parado. Finalizou em 6º, logo atrás do espanhol Alonso, da Ferrari.

Em mais um dia infeliz, o tretracampeão Sebastian Vettel, da Red Bull abandonou após largar do meio do grid, perder de maneira inexplicável tração em seu carro, e depois de normalizar, ficar rodando com 1 volta de atraso, na última posição, e ainda tocar em Gutierrez e ter de trocar o bico. Mais desastroso que isso foi ver de novo seu companheiro, o australiano Daniel Ricciardo, chegar em 8º, em conseguir mais pontos na soma do campeonato. Fora Vettel, apenas outro abandono ocorreu, foi do russo Kvyat, que teve quebra de sua suspensão traseira direita, e depois ficou sem freios.

Os 10 primeiros da prova foram os seguintes: 1) Rosberg; 2) Hamilton; 3) Bottas; 4) Massa; 5) Alonso; 6) Perez; 7) Magnussen; 8) Ricciardo; 9) Hulkenberg; 10) Raikkonen.

O campeonato ficou da seguinte forma após a etapa austríaca:

  1. Rosberg ALE – Mercedes 165

  2. Hamilton ING – Mercedes 136

  3. Ricciardo AUS – Red Bull 83

  4. Alonso ESP – Ferrari 79

  5. Vettel ALE – Red Bull 60

9.  Massa BRA – Williams 30

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.