Projeto tem vagas para prática e estudos de ritmos afro brasileiros

0 0

Muito presente na música popular brasileira, o ritmo afro é o foco do projeto ‘Tama’ — um núcleo de pesquisas que a Fundação Cultural Cassiano Ricardo passa a ter no Cine Teatro Benedito Alves. A atividade vai acontecer todos os sábados, a partir do dia 5 de outubro, das 10h às 13h. As inscrições para as 15 vagas já estão disponíveis pelo aplicativo São José Viva (Android e iOS).

O objetivo do curso é servir de ferramenta de pesquisa para os participantes. Também estão previstas palestras, grupo de estudos, aulas práticas de tambores e atabaques, execução de instrumentos e apresentações. Para participar, não é necessário ter experiências prévias na área e nem possuir instrumentos musicais próprios. A classificação é de 12 anos.

 

De origem africana, Tama significa ‘tambor falante’. O termo remete a um tipo de tambor da família membranofone, que era utilizado em algumas regiões da África para comunicação entre tribos. A escolha do nome simboliza a importância do estudo e da valorização dessa expressão popular, que tem representatividade no Brasil por meio dos ritmos afro brasileiros.

 

A mediação das atividades será do músico, educador e pesquisador Moringa D’xoroquê. Ele é formado em licenciatura e música e pós-graduado em educação musical. Estudou percussão cubana, afro cubana e afro peruana. Já foi percussionista de diversos grupos artísticos e lecionou oficinas e workshops em vários projetos e instituições.

 

 

 

Cine Teatro Benedito Alves da Silva

Rua Rui Dória, 935 – Centro

 

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.