Jornal espanhol vê afirmação de Dilma com saída de Palocci

0 0

Sem Antonio Palocci na Casa Civil, a presidenta Dilma Rousseff começa agora a ter maior liberdade no seu governo, sem necessidade de padrinhos protetores. A avaliação é do El País. Para o jornal espanhol, “Dilma começa a ser Dilma”, soltando, assim, as “amarras” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o periódico, um sinal significativo de sua independência é a escolha de não emplacar outro grande nome do governo Lula, optando por uma senadora representante de uma nova geração de políticos. “Gleisi Hoffman se parece muito com Dilma quando foi escolhida para ser ministra do que com Palocci”, escreve El País.

O jornal também levanta dúvidas citadas por analistas políticos sobre a vulnerabilidade do governo com uma ministra inexperiente à frente da Casa Civil, já que Palocci era o encarregado de ser o articulador nas relações com os partidos no Congresso Nacional. Dessa forma, as circunstâncias obrigariam Dilma a criar marcas para seu verdadeiro governo, já que, até agora, o Executivo era de formação “Dilma-Lula”.

A presidenta deverá esperar algum tempo para saber se sua decisão, que lhe custou “sangue e suor”, terá resultados positivos, na análise do El País. Se assim for, começaria a caminhar com seus próprios pés e teria, ela própria, de assegurar a reeleição em 2014. “Do contrário, Lula já havia deixado claro que segue no banco de reservas, preparado para liderar o time, o que quer dizer voltar em 2014”, escreve o jornal.

Rede Brasil atual

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.