Chery quer antecipar início das operações em Jacareí

0 0

Antecipar o início das operações na fábrica que está sendo construída em Jacareí, e elevar o índice de nacionalização dos carros para além de 65%: as boas notícias para Jacareí foram anunciadas em videoconferência, na manhã desta terça-feira (25), com o presidente da Chery International, Zhou Biren.

Segundo o presidente, montadora chinesa também está estimulando fornecedores de autopeças da China a se instalarem no Brasil: “não estamos apenas fazendo uma fábrica, mas sim um parque industrial. Nossa visão é de longo prazo”, afirmou. Desde que o Governo Federal anunciou o aumento da alíquota do IPI para carros importados, especulou-se o andamento do projeto da Chery em Jacareí – a empresa, porém, em nenhum momento sinalizou qualquer mudança de planos.

O início das operações deve gerar cerca de 1.200 novos empregos diretos, expandindo para 4.000 empregos quando alcançada a capacidade máxima produtiva. “Escolhemos Jacareí por ser uma cidade muito bem localizada, no centro do Sudeste, que é o maior consumidor automotivo do país. Além da conveniência logística, a área oferece uma completa cadeia de abastecimento para a indústria automobilística e a municipalidade garantiu incentivos atraentes. É uma parceria de longo prazo, que certamente renderá bons frutos”, afirmou Luis Curi, CEO da Chery Brasil.

A área escolhida para a implantação da fábrica é de um milhão de metros quadrados, sendo que 400 mil serão utilizados nessa primeira etapa de construção – o que já garante o alcance da capacidade produtiva esperada.

As estimativas da Chery são de que sejam produzidas em Jacareí 150 mil unidades anualmente, dez vezes mais do que o fabricado pelas outras bases da empresa no globo. Esta produção – focada inicialmente nos modelos Face e Fulwin 2 – vai abastecer o mercado interno e também toda a América Latina.

Impostos – Segundo a assessoria da Chery, “pelo aumento crescente do interesse da Chery pelo mercado brasileiro e diante do atual cenário com base na nova politica de tarifas determinada pelo Governo Federal no que diz respeito aos veículos importados fora do Mercosul, que passam a ter uma tributação de mais 30 pontos percentuais sobre a alíquota do IPI, a partir de 16 de dezembro de 2011, o alto escalão da Chery pretende acelerar o processo de implantação de sua fábrica em território brasileiro”.

Estudos avançados para que a fábrica começa a operar antes do segundo semestre de 2013, previsão inicial de inauguração, estão sendo feitos. “O processo para instalação de uma unidade produtiva envolve projetos, inovações tecnológicas, fornecedores de altíssima capacitação para equipamentos industriais, além de um processo de construção civil bastante especifico, o que torna difícil a manipulação do cronograma inicial, na direção da redução de prazos. Mas, mesmo assim, estamos acelerando ao máximo nossos esforços para que consigamos lograr êxito para que o primeiro Chery brasileiro saia das linhas de produção tão logo seja possível”, comentou Curi.

Com presença em mais de 70 países, a Chery possui 11 fábricas fora da China, mas todas se atêm a executar montagem de peças – são as chamadas CKDs (Complete Knock-Down). A unidade brasileira será a primeira a produzir, de fato e em larga escala, os veículos.

A razão dessa decisão inédita está no nosso mercado. Com o consumo de automóveis ultrapassando a casa dos três milhões ao ano, o Brasil apresenta um grande potencial de crescimento para o setor automotivo. Além disso, o mercado nacional é compatível com o chinês, já que ambos buscam veículos de alta qualidade, porém com preços competitivos.

“Prova disso são os investimentos que a Chery está fazendo concomitantemente no Brasil e na China. A empresa está construindo mais três fábricas em seus país de origem, além da que já possui em Wuhu (província de Anhuí), sede da companhia, nas cidades de Ordos (província de NeiMengGu), Dalian (província de Liaoning) e Kaifeng (província de HeNan)”, completou Curi.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.