Jacareienses comentam reajuste na aposentadoria

0 0

Enquanto países do mundo todo buscam se esquivar da crise cortando gastos em diversos setores das respectivas economias, o Brasil adota uma estratégia inovadora, vista por economistas de todo o país como “Uma Saída inteligente”.
Depois de aumentar o piso salarial em 13,5% o governo aprovou o reajuste de 6,08% no piso da Previdência (Segundo nota divulgada no Diário oficial da União) buscando manter o poder aquisitivo de população. A nota divulgou também a tabela de contribuição dos trabalhadores. A alíquota será de 8% para quem ganha até R$ 1.174,86, de 9% para a faixa até R$ 1.958,10 e de 11% para quem recebe entre R$ 1.958,11 e R$ 3.916,20.

O jacareiense Onofre Magalhães, guarda civil aposentado há sete anos, comemora o tão almejado aumento: “Sempre desejamos bons aumentos. Os gastos com a saúde e com o lazer estão cada vez mais altos. Todo aumento é bem vindo, ainda que seja necessário muito para que possamos viver tranquilamente”. A esposa de Onofre concorda:“Pagamos impostos e temos o direito á um aumento proporcional ao que o país fatura”, diz Claudete Barbosa.

Apesar de comemorada pelos aposentados e dependentes, especialista alertam para os inevitáveis aumentos na inflação para que não ocorra um desequilíbrio na economia, até então em superávit “Para evitar que um país com o tamanho do Brasil sofra com a crise no mercado global, não basta aumentar os salários, os preços tendem a aumentar cerca de 2% a mais”, diz o professor de economia e aposentado José Santos.
Manter o mercado em alta é regra no inicio de 2012. Mas, Infelizmente, para não desequilibrar os faturamentos primários, o aumento tende a chegar como “uma marolinha”, no bolso dos aposentados e empregados do país.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.