Seminário discute situação dos trabalhadores da Sadefem

0 0

A situação dos trabalhadores da Sadefem/TT Brasil será discutida num seminário, neste sábado, (21), às 9h, na Câmara Municipal de Jacareí. Organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, o evento pretende envolver toda a sociedade no problema que está afetando mais de 450 pais e mães de famílias. A Safefem/TT pertence aos grupos Inepar e Iesa e tem hoje uma dívida acumulada de R$ 200 milhões. Desse total, R$ 75 milhões referem-se a FGTS, INSS e verbas rescisórias.

Além disso, foram fechados mais de 400 postos de trabalho nos últimos anos. A empresa chegou a empregar cerca de 1 mil trabalhadores, e hoje este número não passa de 450. O “Seminário dos Trabalhadores da Sadefem – Em defesa dos direitos e contra a precarização e ataques da empresa” vai abrir discussões sobre a regularização de direitos dos trabalhadores e demitidos da empresa e a estatização como única saída.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Jacareí, Emerson Goulart Caetano de Souza, já confirmou presença no Seminário. No dia 11 de julho, o secretário recebeu o Sindicato dos Metalúrgicos para discutir sobre os trabalhadores. A Sadefem/TT Brasil produz torres de transmissão de energia e plataformas, e tem o Governo Federal como seu principal cliente.

Ontem, uma delegação do Sindicato esteve em Brasília e protocolou pedido de reunião com o Ministério das Minas e Energia. “Os governos federal, estadual e municipal têm de intervir para garantir todos os direitos aos trabalhadores e demitidos do Grupo Inepar/Iesa. Não vamos aceitar que os trabalhadores sejam prejudicados e deixem de receber seus direitos”, afirma o diretor do Sindicato Nilson Ferreira Leite.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.