Situação dos trabalhadores da Sadefem é discutida na Câmara de Jacareí

0 0

Na manhã de ontem (9) , cerca de 160 funcionários da Sadefem/TTBrasil se reuniram na Câmara Municipal de Jacareí para participar de uma reunião sobre a situação dos trabalhadores da empresa. De acordo com a categoria, os trabalhadores sofrem com os constantes atrasos nos pagamentos de salários, convênio médico, depósitos de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), demissões e a possível desativação da unidade.

O presidente do Legislativo, vereador Itamar Alves (PDT), intermediou o seminário, que contou com a presença do vice-presidente da Casa, vereador Adriano da Ótica (PPS) e do vereador Valmir do Parque Meia Lua (PSD).  Fizeram parte da mesa e explanaram sobre o tema, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Emerson Goulart, o deputado estadual Marco Aurélio (PT) e membros do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, entre eles o presidente, Antonio Ferreira Barros.

A fabricante de estruturas metálicas, instalada há 38 anos, e é uma importante fonte de receitas e empregos na cidade. A categoria afirma que o plano da empresa é transferir suas instalações para Charqueado (RS). A nova planta custaria mais de R$ 100 milhões e foi financiada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). O grupo também expôs a redução do quadro de funcionários de 2.000 para apenas 400, nos últimos anos, e as dívidas que ultrapassam R$ 200 milhões, grande parte em impostos e encargos trabalhistas.

“O pré-sal e o setor de Minas e Energia estão em expansão e é contraditório a Sadefem não seguir esse ritmo, com destaque ara a localização privilegiada da empresa”, afirmou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

Itamar Alves disse que a situação dos trabalhadores é um descaso. “Temos discursos inflamados e trabalhadores cansados. Seja onde for, queremos nos encontrar com representantes da Sadefem. Não podemos deixar cair no esquecimento”, ressaltou.

Essa é o segundo encontro que reúne um número considerável de funcionários e que a empresa não comparece. A ausência foi justificada por meio de oficio, lido pelo presidente e que aponta motivos assumidos anteriormente como a causa do não comparecimento de representantes da Sadefem/TTBrasil.

O deputado Marco Aurélio reafirmou seu compromisso com a causa e se dispôs a intermediar a discussão com os governos estadual e federal. “Em outras cidades encontros como esse não são realizados. Temos alguns avanços no que diz respeito à formação e mão de obra. Unidos podemos endossar a luta e vou auxiliar para que haja uma mesa de negociação em outras esferas”, apoia.

O secretário Emerson Goulart disse que será realizada uma reunião na manhã da próxima terça-feira, 14 de agosto, com a empresa. Neste primeiro momento foram convocados apenas membros do Legislativo e Executivo. “Queremos ouvir a empresa e propor incentivos para que ela haja corretamente com os trabalhadores, como uma parceria que pode resultar em dois quilômetros de energia, fazendo uma linha de transmissão para a Chery. Mas para isso, ela não pode ter débitos negativos”, explicou.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.