Associação de Pais dos Autistas agora é de utilidade pública em Jacareí; confira

0 0

Na sessão da última terça-feira(30), a Câmara aprovou por onze votos favoráveis e um contrário, o projeto de lei do vereador Edinho Guedes (PMDB) que declara de utilidade pública a APAJAC – Associação de Pais dos Autistas de Jacareí e outras Patologias. Criada há pouco mais de um ano, a entidade ampara e protege as pessoas com Síndrome de Autismo.

“Hoje é um dia especial, um momento em que a entidade atinge sua maioridade. A Utilidade Pública nada mais é que um o reconhecimento a um grupo de pessoas que se uniram e são úteis para a sociedade. A APAJAC não esperou e fez acontecer, essa é minha bandeira de mandato. Não apenas reclamam, mas buscam uma alternativa para os austistas”, disse Edinho Guedes ao utilizar a tribuna para fazer a justificativa do projeto.

O trabalho desenvolvido pelos voluntários da APAJAC é exemplar, provando ser um alicerce para muitas famílias que antes não sabiam como lidar com os autistas. Os convênios realizados com escolas de natação possibilitam que crianças, adolescentes e adultos façam hidroterapia com a presença de professor de educação física, fisioterapeuta e psicopedagoga. Além do atendimento com custo reduzido na área de fonoaudiologia, conquistando o apoio de psicólogas, psicopedagogos, nutricionistas e terapeuta ocupacional.

Cerca de 40 crianças, adolescentes e adultos são atendidos de forma correta graças a APAJAC, que luta agora, para ter uma sede própria, onde possam oferecer além do atendimento, o ensino educacional coerente para os autistas.

O que é? – O Autismo é um Transtorno Global do Desenvolvimento, caracterizado por alterações significativas na comunicação, integração social e comportamento que levam a importantes dificuldades adaptativas e aparecem antes dos três anos de idade, podendo ser percebidas em alguns casos, já nos primeiros meses de vida. Cada pessoa com autismo tem características próprias, mas existem alguns sinais que costumam ser mais comuns:

  • O relacionamento com outras pessoas pode não despertar interesse;
  • Age como se não escutasse;
  • A fala é usada com dificuldade, ou pode não ser usada;
  • Pode não demonstrar envolvimento afetivo com outras pessoas;
  • Parece preferir ficar sozinho;
  • Pode se apegar a determinado objetos;
  • Crises de agressividade ou auto-agressividade podem acontecer.

Não existe um padrão de atendimento, mas desde os primeiros dias de vida a criança deve ter acompanhamento médico, que pode ser realizado na rede pública através das UBS – Unidades Básicas de Saúde.

Atualmente a APAJAC funciona em conjunto com a Associação Aliança de Crianças e Adolescentes, na rua Paraíbuna, número 199, no bairro Jardim Paraíba. Telefone: 3952-4229 / 8826-8617.


Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *