Jacareí realiza Semana de Adoção de Animais

0 0

A Secretaria de Saúde de Jacareí realiza a Semana de Adoção de Animais, até o dia 25, com o objetivo de incentivar a adoção de cães no município e conscientizar as pessoas sobre a posse responsável. Atualmente existem no Canil Municipal mais de 50 animais para serem adotados. Todos foram vítimas de maus tratos, abandono ou acidentes e receberam os tratamentos necessários, além da castração.

Antes de adotar um animal o interessado passa por uma entrevista na qual, além dos dados pessoais e endereço, deve responder um questionário com dez perguntas, que inclui temas como a finalidade do animal quando for adotado e os cuidados que a ele serão dispensados, como idas periódicas ao veterinário e cuidados com a higiene. Os agentes de controle de zoonoses da Secretaria de Saúde também visitam o ambiente onde o animal será instalado.

Os interessados em adotar um cão devem entrar em contato com a Diretoria de Vigilância à Saúde pelo telefone 3955-9623. O Canil Municipal fica na estrada do Bom Jesus, 1100 – Cidade Salvador. Os animais podem ser visitados em horário previamente agendado.
Os dez mandamentos da posse responsável
1 – Antes de adquirir um animal, considere que seu tempo médio de vida é de 12 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos necessários para mantê-lo e verifique quem cuidará dele nas férias ou em feriados prolongados.
2 – Adote animais de abrigos públicos e privados (vacinados e castrados), em vez de comprar por impulso.
3 – Informe-se sobre as características e necessidades da espécie escolhida – tamanho, peculiaridades, espaço físico.
4 – Mantenha o seu animal sempre dentro de casa, jamais solto na rua. Para os cães, passeios são fundamentais, mas apenas com coleira/guia e conduzido por quem possa contê-lo.
5 – Cuide da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao veterinário. Dê banho, escove e exercite-o regularmente.
6 – Zele pela saúde psicológica do animal. Dê atenção, carinho e ambiente adequado a ele.
7 – Eduque o animal, se necessário, por meio de adestramento, mas respeite suas características.
8 – Recolha e jogue os dejetos (cocô) em local apropriado.
9 – Identifique o animal com plaqueta e registre-o na Unidade de Controle de Zoonoses ou similar, informando-se sobre a legislação do local. Também é recomendável uma identificação permanente.
10 – Evite as crias indesejadas de cães e gatos. Castre os machos e fêmeas. A castração é a única medida definitiva no controle da procriação e não tem contraindicações.
(Fonte: Associação Humanitária de Proteção e Bem-Estar Animal – Arca de Noé)

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.