Projeto de lei pode dar isenção de IPTU para moradores atingidos pela chuva

0 0

As chuvas desse verão castigaram muitos moradores. Em Jacareí, quem vive na região central sofreu com as cheias do rio Turi.

Muitos ainda fazem as contas dos prejuízos. Uma pequena ajuda pode vir de um projeto de lei, votado na Câmara Municipal, que isenta esses moradores de pagar o IPTU.

A rua onde Zilá de Almeida mora virou um rio. O carro ficou com água pela metade. Dentro de casa os baldes não deram conta de evitar a inundação e os prejuízos.

“Só esse ano foram seis enchentes, e cada enchente é uma perda total. Só com o carro gastei R$2.800, com o outro carro que uso pra ir pro sítio R$7.000 e com a casa por volta de R$12.000.” conta a comerciante.

O aposentado Pedro Pimentel também gravou um vídeo da última enchente do rio Turi no bairro Ester, região central de Jacareí. Ele não perdeu muita coisa, mas também não tem muito o que comemorar.

“Nós perdemos algumas estantes, guarda-roupa. A gente não tem sossego nem de dia nem de noite, as vezes varamos a madrugada tomando conta para ver se a água vai entrar.” afirma o aposentado.

Com tantas histórias tristes, um alívio para o bolso pode vir em breve para esses moradores. Foi aprovada na Câmara Municipal uma lei para deixar alguns moradores de áreas inundadas livres de pagar o IPTU.

“A lei objetiva apenas os moradores que de fato sofreram prejuízo, não são todos moradores atingidos pela enchente. Cada caso será analisado.” explica o vereador Edinho Guedes.

Fotos, vídeos, notas fiscais, qualquer tipo de documento pode ser importante para comprovar os prejuízos. Só assim os moradores atingidos pelas enchentes terão isenção do IPTU. Para a maioria a idéia é boa só que o problema continua, passando ao lado deles.

Os moradores pedem obras públicas urgentes para melhorar a vazão da água das chuvas.

“Nesse verão é a quarta vez já que entrou casa na minha casa, precisamos de uma solução.” contesta uma moradora.

Outra moradora acredita que “o que ajuda mesmo é uma solução rápida.”

“Seria muito melhor se nós pagássemos o IPTU sabendo que não teríamos mais enchentes, e sim segurança.” afirma Pedro.

A prefeitura informou que o projeto ainda está em fase de análise técnica e jurídica, para depois o prefeito decidir se sanciona ou não a lei e que tem investido em obras para dar mais vazão a água e prevenir enchentes, como os dois piscinões na bacia do córrego do Turi que já foram entregues e a drenagem e limpeza de córregos em alguns bairros da cidade

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *