Ponte do São João não corre riscos, diz Instituto

0 0

Após as análises realizadas em dezembro, o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) confirmou que a ponte Nossa Senhora da Conceição (ponte do São João) não corre riscos, e “pode ser usada para tráfego de veículos”. Nos dias 7 e 8 de dezembro a ponte foi interditada para provas de carga e atividades de inspeção na superestrutura e, segundo o IPT, “verificou-se que a ponte apresentou comportamento satisfatório em conformidade com as cargas previstas na norma ‘ABNT – NB :1960 – Cargas móveis em pontes rodoviárias’”.

O IPT está finalizando o relatório que apontará eventuais recomendações de serviços de manutenção na ponte, mas já confirmou os resultados da última vistoria, feita em 2010, que mostram não haver qualquer tipo de comprometimento da estrutura da ponte. As inspeções que o IPT faz na ponte são um trabalho periódico de monitoramento.

Ação civil – No final de 2013, uma ação civil movida pelo promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski, questionou o “evidente descaso com os valores sociais envolvidos, que ultrapassa os limites do dolo eventual”, citando inclusive o risco de mortes com a possibilidade de a ponte ruir. Na ação, o promotor afirma que “o pior […] ainda está por acontecer – é fato notório que a Ponte Nossa Senhora da Conceição corre sério risco de rompimento ou desabamento, o que poderá ceifar vidas desnecessariamente”.

O juiz Luiz Fellippe de Souza Marino rejeitou a ação civil de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público contra o prefeito Hamilton, que questionou as obras realizadas pela Prefeitura de Jacareí no rio Paraíba.

 

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.