Audiência entre Chery e Sindicato termina sem acordo e greve continua

0 0

A audiência de conciliação entre o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e a Chery terminou sem acordo. A montadora propôs um piso salarial de R$ 1.732, contra R$ 2.500 reivindicados pelo Sindicato. Diante do impasse, a greve dos trabalhadores da Chery continua.

A audiência aconteceu no Tribunal Regional do Trabalho – 15ª. Região, em Campinas, e foi conduzida pela desembargadora-presidente Gisela Rodrigues Magalhães de Araújo e Moraes.

O TRT e o Ministério Público sugeriram um piso de R$ 1.850, mas a proposta foi recusada pela empresa e pelo Sindicato.  Sem acordo, o caso agora vai para julgamento, em data a ser definida.

Com a greve, a produção do novo veículo Celer, lançado este mês pela Chery,  está parada.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.