“Não há motivos para comemorar”, diz trabalhador homenageado em Jacareí

0 0

Cerca de 70 pessoas, entre parentes e amigos, compareceram às Galerias da Câmara Municipal na noite da última sexta-feira (27) para prestar homenagem a 12 trabalhadores de Jacareí que receberam título de honra ao mérito ao Trabalhador.

Foram homenageados José Eduardo de Oliveira, Dirceu Arlóche, Evandro Paulino de Araújo, Nivaldo José Moreira, Ismael Xavier de Oliveira, Luís Carlos de Araújo Lopes, Raquel Gomes de Souza, Mary Leone Gonçalves, Cláudio José Gomes Sarto, Cíntia Rodrigues de Oliveira, Maria Piedade Teodoro da Silva e João Carlos de Oliveira Mota, indicados, respectivamente, pelos vereadores Abner de Madureira (PR), Arildo Batista (PT), Fernando da Ótica Original (PSC), Juarez Araújo (PSD), Lucimar Ponciano (PSDB), Luís Flávio (PT), Márcia Santos (PV), Paulinho dos Condutores (PR), Paulinho do Esporte (PSD), Rodrigo Salomon (PSDB), Sônia Patas da Amizade (PSB) e Valmir do Parque Meia Lua (PSDC).

Sorteado para representar os demais homenageados em discurso na Tribuna, João Carlos Oliveira recordou momentos de sua trajetória profissional, especialmente a situação quando foi demitido após acidente em local de trabalho. “Não há motivos para o trabalhador comemorar nesta data. O esforço do trabalhador na labuta não serve para outra coisa que não seja para aniquilar o trabalhador dentro de uma empresa”, disse Oliveira.

Escolhido para discursar em nome do parlamento, o vereador Paulinho dos Condutores (PR) lembrou da degradação de direitos pela qual atravessa a classe que vive do trabalho nos últimos anos, especificamente em relação a aprovação no Congresso Nacional da reforma trabalhista e do congelamento de gastos, por 20 anos, nos programas de Saúde e Educação.

“Não é fácil ser trabalhador no Brasil, vivemos numa incerteza política gigante e, por estas condições, o trabalho do Poder Legislativo se torna ainda mais importante porque é nele e através dele que será possível reconstruir a avançar na consolidação e criação de direitos para resgatar aquilo que já foi perdido e, ao mesmo tempo, ampliar garantias e seguranças trabalhistas a esta classe que nunca foi ouvida em nosso país”, afirmou Paulinho.

O evento foi instituído por meio do Decreto Legislativo nº 298, de 25 de novembro de 2009, de autoria do ex-vereador Diobel de Lima Fernandes, como forma de reconhecimento as pessoas que se destacaram na luta pelos direitos dos trabalhadores.

Dia do Trabalho no Brasil – No país, existem relatos de que a data é comemorada desde 1895. Porém, foi somente em setembro de 1924 que o Dia do Trabalho tornou-se oficial, após a criação do decreto nº 4.859 do então presidente Arthur da Silva Bernardes. No documento, foi estabelecida a data como feriado nacional, que deveria ser destinado à comemoração dos mártires do trabalho e confraternização da classe operária.

Já nas décadas de 1930 e 1940, o presidente Getúlio Vargas passou a utilizar a data para divulgar a criação de leis e benefícios trabalhistas. O caráter de protesto foi deixado de lado, passando assumir um viés comemorativo. Vargas passou a chamar a data de “Dia do Trabalhador”.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.