“Caboclo de Raiz” vence Festival Sertanejo

0 0

Admiradores da moda de viola, ao lado de um público diversificado de jovens, adultos e idosos, alguns com chapéu e roupas country, lotaram o EducaMais Espaço Centro para prestigiar a final do Festival Sertanejo, na noite de domingo (28). O público atento acompanhou as apresentações das músicas inéditas, não poupando aplausos. Foram 10 músicas que chegaram à final depois das eliminatórias de sexta-feira (26) e sábado (27).

As irmãs Joana e Gabriela Casemiro mostraram muita animação durante todas as apresentações. Foi a primeira vez que as duas foram prestigiar o Festival Sertanejo de Jacareí. “Tem bons candidatos; gostei bastante”, disse Joana. Quem também estava na plateia para prestigiar os finalistas foi a dupla Du Martins. Os dois, que já são bem conhecidos por apresentarem o Mutirão da Viola, não pouparam elogios ao festival e a oportunidade da música sertaneja crescer em Jacareí. Sebastião Ferreira Martins e Tereza Rodrigues Santos Martins eram só animação durante toda noite.

A música que faturou o primeiro lugar no 6º Festival de Música Sertaneja “Diesis ‘Ranchinho’ dos Anjos Gaia” foi Caboclo de Raiz da dupla João Moreno e Silvinho. Os dois são de Pindamonhangaba e cantam juntos há três anos. O sucesso dos dois foi além da música: eles ganharam também como melhores intérpretes. “É a segunda vez que a gente participa desse Festival, que é excelente”, contou Silvinhos após receber os dois troféus.

Outra dupla que teve muitos motivos para comemorar foi a dos irmãos José Junior, 12 anos, e Gabriel, 10 anos. Os dois, que vieram de Monteiro Lobato, levaram o troféu Dupla Revelação e ainda ficaram em segundo lugar com a música Cantinho do Sertão. Os meninos estavam felizes pela estreia de sucesso. “É o primeiro prêmio que a gente ganha”, contou José Junior.

Festival – Ao todo foram 24 músicas selecionadas, defendidas por duplas de 10 cidades: Jacareí, São José dos Campos, Mogi das Cruzes, Campos do Jordão, Mairiporã, Guarulhos, Pouso Alegre, Pindamonhangaba, Santa Branca e Monteiro Lobato.

Premiação:

1º lugar (R$ 1.000) – “Caboclo de Raiz”, da dupla João Moreno e Silvinho, de Pindamonhangaba

2º lugar (R$ 800) – “Cantinho do Sertão”, da dupla José Junior e Gabriel, de Monteiro Lobato

3º lugar (R$ 500) – “Casa Amarela”, da dupla João Viola e Zé da Serra, de São José dos Campos

4º lugar – “Caipira Decente”, da dupla Vitor Viola e Vinícius, de Santa Branca

5º lugar – “Ranchinho do Sertão”, da dupla Cid e Toni, de São José dos Campos

Melhor Intérprete (R$ 300) — dupla João Moreno e Silvinho, de Pindamonhangaba

Melhor Compositor (R$ 300) – João de Souza Sobrinho, com a música “Casa Amarela”

Ranchinho – O festival sertanejo homenageia Diésis dos Anjos Gaia, o Ranchinho (1913-1991). O artista nasceu em Jacareí e formou com o mineiro Murilo Alvarenga a dupla Alvarenga & Ranchinho, uma das mais populares do país nos anos 30 e 50.

A dupla ficou famosa por disparar farpas em todas direções, com composições políticas irônicas e bem humoradas como “Romance de uma caveira”. Ranchinho & Alvarenga estreou em 1929, se apresentando em circos e depois fez sucesso por dez anos no Cassino da Urca (RJ).

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.