Barcelona vence o Al-Sadd e decidirá o Mundial contra o Santos

0 0

O Barcelona fez o que dele se esperava e em ritmo abaixo do normal goleou o fraquíssimo Al Sadd por 4 a 0, com dois gols do brasileiro Adriano, um de Keita e outro de Maxwell, e está na final do Mundial de Clubes. Dever protocolar cumprido, agora é a vez de medir forças com o Santos no único jogo que valerá de fato neste torneio.

 

Chegou a ser constrangedora a falta de intimidade dos jogadores do time do Qatar com a bola. Exemplo disso foi o primeiro gol do Barça, que saiu após trapalhada do zagueiro Belhadj e do goleiro Saqr.

 

O defensor amorteceu mau a bola na pequena área, Saqr não sabia se segurava ou se chutava. Não fez uma coisa nem outra e Adriano, na indecisão de ambos, marcou.

Até este lance, já havia se passado 25 minutos e o retrato do jogo era o seguinte: O Al Sadd não havia passado do meio de campo, não acertava mais de dois passes consecutivos e não havia chutado a gol. O Barcelona tinha mais de 70% de posse de bola, girava de um lado para outro do campo de ataque e jogava consciente que o gol sairia naturalmente.

Guardiola poupou alguns titulares como Daniel Alves, Fábregas e Xavi. Mesmo assim o time não perdeu a sua identidade. Aos 43 minutos Adriano recebeu passe de Thiago e bateu cruzado para fazer o segundo, enquanto á beira do campo o técnico uruguaio do Al Sadd, Jorge Fossati, fazia uma cara de quem diz “não dá”.

O treino em Yokohama prossegiu no segundo tempo. Até Keita conseguiu marcar o seu golzinho, aproveitando luxuosa assistência de Messi. O brasileiro Maxwell, que entrou no lugar de Abidal, também foi agraciado colocando nas redes outra bela assistência de Thiago.

Esse Mundial de Clubes proposto pela Fifa é uma das coisas mais previsíveis do planeta. Um torneio com oito partidas onde, antes de começar, todo mundo já previa os nomes dos finalistas. Dessa vez os Mazembes da vida não tiveram oportunidade.


Lance


Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.