Barrichello fica sem vaga após 19 temporadas e deve encerrar carreira

0 0

A Williams finalmente confirmou, nesta terça-feira, que Bruno Senna será seu piloto na temporada 2012 da Fórmula 1. Por meio de seu Twitter, a escuderia anunciou o fim da negociação que se arrastava há meses e pode ter antecipado o fim da carreira de Rubens Barrichello na categoria.

Senna e Barrichello brigavam pela vaga há meses com o alemão Adrian Suttil, que também sonhava com um dos últimos bons espaços vagos na Fórmula 1. Com o um valor de patrocínio maior, que inclui o bilionário Eike Batista, Bruno Senna acabou ganhando a concorrência e vai correr ao lado de Pastor Maldonado em 2012.

Pelo Twitter, Rubens Barrichello deu os parabéns ao amigo e foi enigmático quanto ao seu futuro. “Fala galera. Pois é, não estarei guiando o carro da Williams este ano. Desejo ao meu amigo Bruno Senna muita sorte. O futuro está em aberto”, resumiu o piloto, recordista de GP’s disputados na Fórmula 1.

 

Sem espaço na Williams, Barrichello tem apenas uma vaga possível para se manter na categoria: a da Hispania, que tem um nível bem pior como as demais concorrentes e está ameaçada de sequer começar a temporada por falta de dinheiro. Neste ano, o brasileiro que foi vice-campeão pela Ferrari em 2002 e 2004, completaria 20 anos na Fórmula 1 e pretendia aumentar ainda mais o recorde de GP’s disputados, que já é dele com 326.

Por outro lado, Bruno Senna, como não poderia deixar de ser, se mostrou animado. “Vai ser muito interessante dirigir para um time no qual o meu tio já esteve, principalmente porque tem pessoas aqui que chegaram a trabalhar com ele. Espero que a gente possa trazer algumas memórias e também criar boas notícias”, disse o piloto.

 

UOL

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.