Aluno do curso de mandarim vai fazer intercâmbio na China

0 0

O aluno do EducaMais Lamartine, Eric dos Santos Burgomeister, 20 anos, foi selecionado para participar do Curso de Verão na Universidade de Hubei – China.
O curso é promovido pelo Instituto Confúcio da UNESP, que mantém parceria com o EducaMais Lamartine, através da Secretaria Municipal de Educação de Jacareí.
Burgomeister é aluno dos cursos de mandarim e alemão do EducaMais Lamartine e fala fluentemente o inglês. Ele embarca no dia 17 de junho e ficará 23 dias na China. O retorno ao Brasil está previsto para 12 de julho. Além do idioma, o estudante vai ter a  oportunidade de aprender sobre a cultura chinesa, caligrafia, artes marciais, culinária, introdução à medicina tradicional, geografia e duas “viagens culturais” – 4 dias em Pequim e mais 4 dias em um luxuoso cruzeiro pelo Rio Yangtze e visita à Usina de Três Gargantas.

De malas “praticamente prontas”, ele fala da expectativa em sua primeira viagem ao exterior. “Nunca andei de avião. É a primeira vez que viajo para fora do Brasil. Procurei me informar bastante sobre a China. E comprei um dicionário de bolso para facilitar a comunicação”, revela. “O problema é que o mandarim não tem alfabeto. É ideograma. Então fica mais difícil de adquirir vocabulário”,  avalia. Quanto à alimentação, Eric garante que não há com o que se preocupar. “Como de tudo”, afirma.
Seleção – Burgomeister concorreu à vaga junto com outros 18 alunos do curso de mandarim do EducaMais Lamartine que participaram do processo seletivo realizado no último dia 20 de maio na sede do Instituto Confúncio, na UNESP (Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho), na Capital Paulista.  
O coordenador do EducaMais, Mário Leite de Oliveira, explica que o exame de proficiência em Língua Chinesa (HSK) é a certificação reconhecida pelo governo da República Popular da China e por todos os órgãos ligados à educação daquele país. “Este exame certifica que o estudante tem compreensão, sabe falar e escrever no idioma chinês. Com o HSK é possível ingressar nas universidades chinesas para programas de intercâmbio, pós graduação, mestrado ou doutorado”, destaca o coordenador do EducaMais.

Em 2011, o EducaMais Lamartine formou 2.456 pessoas nos 58 cursos de qualificação profissional.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.