Circuito Sesc agita Jacareí hoje

0 0

Jacareí recebe nesta sexta-feira (14) o Circuito Sesc, a partir das 17h30, no Pátio dos Trilhos (Centro). A programação, gratuita inclui intervenções, arte circense, teatro e cinema gratuitos.

O Circuito Sesc vai até 23 de junho em várias cidades do Vale do Paraíba — além de Jacareí, são contempladas São José dos Campos, Cruzeiro, Guaratinguetá, entre outras. Confira a programação que começa a partir das 17h30, no Pátio dos Trilhos.
Intervenção Formas-Me, com Mariana Piza (SP) – Formas-Me é uma performance interativa, na qual a artista, vestida com um macacão de peças de Lego, estará em exposição em uma cadeira de tubos de PVC, enquanto duas performers convidam o público a participar da obra, encaixando peças no macacão. Todo o processo de construção é gravado em vídeo.
Performers: Mariana Piza, Nina Blauth e Danielle Farnezi.
Duração: 50 minutos
Intervenção Cora-Me, com Mariana Piza (SP) – Em Cora-Me, a artista, vestida com um macacão com LEDs acoplados e munida de um estetoscópio eletrônico, pede às pessoas para ouvir o coração dela. O som é reproduzido através de caixas de som e todos os que assistem à intervenção podem ouvir. Ao mesmo tempo, as luzes da roupa da artista piscam de acordo com o ritmo cardíaco.
Performers: Mariana Piza, Nina Blauth e Danielle Farnezi.
Circo — Espetáculo de humor e equilíbrio, em que a personagem varia da sanidade à loucura, num jogo de magia circense quase sem palavras. Muruya é vivida pela artista circense argentina Josefina Gardey, presença constante nos principais festivais de circo de rua em todo o mundo (Espanha, Itália, França, Nepal, Uruguai, Costa Rica, Guatemala).
Teatro — A Cidade das Donzelas — Espetáculo da companhia carioca conta a história de Carolino, viajante que em 1945 chega à Cidade das Donzelas, lugarejo onde só vivem mulheres feias e traumatizadas, que matam todos os visitantes – homens e mulheres bonitas. Carolino tenta desvendar o mistério da cidade, em situações de muito humor.
Cinema — O Palhaço (BRA) — O filme é sobre Valdemar e Benjamin, pai e filho que formam, no Circo Esperança, a dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue, que faz a alegria da plateia. Mas Benjamin, em crise existencial, pensa em abandonar o pai, o circo e todos os amigos que compõem a trupe: Lola, a mulher que cospe fogo, os irmãos Lorotta e Dona Zaira. Todos lamentam, mas compreendem a necessidade de Benjamin de ter um lugar para morar e um CPF para comprovar sua identidade. O filme é a segunda experiência de Selton Mello na direção (ele também dá vida a Benjamin) e fez parte da lista inicial (pré-candidatos) de filmes concorrentes ao Oscar de filme estrangeiro de 2012.
Música – Samba da Vela (SP) – A Comunidade Samba da Vela, de São Paulo, foi fundada em 2000 pelos sambistas Magnu Sousá, Maurílio de Oliveira, Paquera e Chapinha para mostrar sambas de novos compositores. Velas nas cores rosa, azul e branco marcam o tempo do espetáculo e também um calendário de quatro meses, criado pela comunidade para apresentação, aprendizado e premiação das novas composições, que já renderam dois CDs: A Comunidade do Samba da Vela (2004) e A Comunidade Samba da Vela – Revelando Novos Compositores (2012). Beth Carvalho, Jair Rodrigues, Alcione, Quinteto em Branco e Preto e Fabiana Cozza são apenas alguns nomes da MPB que gravaram composições reveladas na comunidade.
Convidados: Walmir Tibiriçá (Guarujá), Ederson dos Santos (Praia Grande), Jorge Sargento (Cubatão), Dhonny Cunha (Jacareí), Marcinho Moreira (Santa Branca), Glauce Renata (Igaratá), Luara Oliveira (Lorena), Alexandre Montija (Pindamonhangaba), Dodo Oliveira (Tremembé).

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.