ESPECIAL F1 2014 – Sauber F1 Team

0 0

Outra equipe independente, assim como a Williams, mas neste caso, com resultados muitos mais consistentes. A historia da equipe suíça não é de títulos como a de Frank Williams, mas traz no currículo os longos anos de experiência de Peter Sauber no comando de seu time, que foi criado em 1993. Pela equipe já passaram pilotos como J. J. Lehto, Karl Wendlinger, Johnny Herbert, Jean Alesi, Heinz Harald Frentzen, Jacques Villeneuve, entre outros, além de dois brasileiros: Pedro Paulo Diniz (99 e 00) e Felipe Massa (02, 04 e 05).

Desde 1996, quando a equipe passou a ter o patrocínio da empresa malaia Petronas, uma parceira com a Ferrari foi firmada para que, através da marca da Malásia, os motores da equipe fossem os mesmos do time italiano. A parceria durou até o ano de 2005, quando a equipe foi vendida para a BMW, e retomada quando o time voltou a ser independente, em 2010.

Uma equipe mediana, mas sempre com belos e honestos resultados com os pilotos que são contratados sob medida por Peter Sauber, um dos nomes mais tradicionais da atual F1. Sergio Perez é um dos atuais exemplos, passando pela McLaren ano passado, ano em que outro talento, o alemão Nico Hulkenberg, fez belíssimas provas, somando importantes pontos.

O C33, assim como vários carros, apresenta o bico fino em sua dianteira, igualmente feio. Um carro largo para os padrões desta temporada, mas compensado com linhas “fluídas” de suas laterais na direção do motor do carro, em sua traseira. Pintura cinza chumbo mantida e motor Ferrari V6 Turbo equipando o carro suíço.

Na dupla de pilotos, novidade para o alemão Adrian Sutil:

ESTEBAN GUTIERREZ – Nasceu em Monterrey, no México, e tem 22 anos. Começou sua carreira internacional nos Estados Unidos, na Formula BMW local, em 2007. No ano seguinte, foi campeão da versão europeia da F-BMW, onde ganhou teste na F1 pela então equipe BMW Sauber F1. Em 2009, correu na F3 Euro Series, onde terminou em 9º no geral; 2010 se transferiu para nova categoria de base criada, a GP3 Series, e se sagrou campeão, tendo como premio mais testes pela BMW na F1. Em 2011 e 2012, disputou a GP2 Series, e foi contratado como piloto de testes da Sauber. Ano passado, em sua estreia, foi extremamente ruim na 1º metade, porém na 2º, até conseguiu alguns pontos. Para um estreante, fez o básico. Este ano, terá de mostrar que pode ser melhor que seu compatriota Perez.

ADRIAN SUTIL – Com 31 anos de idade, o alemão de origem em Stamberg, tem uma carreira promissora, mas a idade não ajuda muito, e ele precisa enfim abocanhar uma boa vaga para brigar por vitórias. Disputou a F3 EuroSeries em 2004 e 2005, mas teve título fora da Europa. No Japão, conquistou o campeonato local de F3 em 2006, o que lhe deu um teste pela equipe Spyker, onde foi contratado como titular em 2007. Desde então, vem fazendo boas temporadas, mesmo com carros nem tão bons assim, como Spyker 2007 e Force Índia 2008. Ao final de 2011, teve problemas com a justiça europeia devido uma briga com um dos integrantes do staff da Lotus, equipe da F1, o que acabou fazendo a Force Índia a optar por outro alemão para seu lugar. Fez um campeonato bem honesto em 2013, dentro das possibilidades da equipe indiana. Trocou 6 por meia dúzia. Deve se apoiar no novo regulamento para extrair melhores resultados na Sauber.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.