Jacareiense Antonio Leme, o Tó, ajuda Brasil a vencer Cingapura e vai à final dos pares BC-3

0 0

* por Ícaro Leal, direto do Rio de Janeiro (RJ)

O jacareiense Antonio Leme, o Tó, já está fazendo história nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. O paratleta da cidade ajudou o Brasil a vencer Cingapura por 6 a 2 na disputa de pares BC-3 da bocha paralímpica e garantir vaga na final da competição. Feito inédito para o Brasil, que nunca tinha disputado os Jogos nesta categoria.

No primeiro “end” o Brasil saiu na frente conseguindo 1 a 0 sobre os rivais asiáticos. A diferença foi ampliada para 2 a 0 na segunda rodada, o que deu muito animo para a equipe e inflamou a torcida que estava presente na Arena Carioca 2 para acompanhar as semifinais da bocha.

O passaporte para a final foi carimbado no terceiro “end”, quando a equipe brasileira conseguiu colocar quatro bolas vermelhas próximas da branca e disparar no marcador em 6 a 0. Na última rodada, o Brasil relaxou um pouco e Cingapura conseguiu diminuir o placar para 6 a 2, mas não foi o suficiente para tirar o Brasil da final.

Na outra semifinal, a Coréia do Sul venceu a Grécia por 6 a 1, de virada, e também vai à final. Os gregos, atuais campeões olímpicos, vão disputar a medalha de bronze contra Cingapura, às 12h20, de segunda-feira (12).

A final da competição de pares BC-3 entre Brasil e Coréia do Sul será disputada nesta segunda-feira (12), às 17h30, na Arena Carioca 2, que fica no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *