Copa 2018 – Esse tal de VAR #Dia03

0 0

Somente no terceiro dia de Copa o tal árbitro de vídeo, ou VAR para os íntimos, disse a que veio. Os que são contra afirmaram que a partida entre França e Austrália, vencida pelos franceses por 2×1, deveria ser 1×0 para o time da Oceania, afinal o gol australiano decorreu de um pênalti marcado sem o uso da tecnologia. Já os dois gols dos campeões mundiais de 1998 tiveram interferência da novidade desta Copa. Acho esta discussão desnecessária, afinal o VAR já está em vigor, não há o que contestar, apenas aguardar a decisão do árbitro quando pede as imagens (como aquele apresentador famoso). Na marcação do pênalti foi engraçado ver um jogador australiano ensaiando uma reclamação… Fosse por aqui, estariam os onze em volta do juiz e se entre eles estivesse um volante bravo que conhecemos, talvez sobrasse uma voadora no monitor onde o lance foi conferido.

Aquele papo que o futebol é maravilhoso porque nem sempre o favorito vence é lindo quando o nosso time é pior que o adversário. Pergunte para algum peruano se isso é tão legal quanto dizem… Tudo bem, não dá para dizer que a seleção peruana era favorita no confronto com a Dinamarca, mas em campo jogou melhor e perdeu por capricho. Novamente o VAR ajudou o árbitro a apontar um pênalti que não tinha visto, mas, Cueva errou a cobrança. Ainda é cedo, mas esta derrota pode custar a classificação do Peru, considerando o jogo equilibrado que os australianos fizeram frente os franceses. O grupo é equilibrado.

Os jogos de Senegal e Tunísia ainda vão acontecer, mas por enquanto, os times africanos que jogaram não deram esperança de ir longe no mundial. Hoje a Nigéria perdeu para a Croácia sem exigir uma defesa sequer do goleiro adversário… Nem sujou o uniforme.

E se Cristiano Ronaldo deu show ontem, hoje Messi perdeu a chance… Não apenas pelo pênalti desperdiçado, mas principalmente por não ser decisivo como é no Barcelona. O empate da Argentina não diminui a chance dos nossos “hermanos”, ainda mais com o que foi apresentado por Croácia e Nigéria. De certo, temos uma seleção candidata a queridinha da Copa, afinal a estreante Islândia fez frente a bicampeã Argentina e reforçou a ideia do começo deste texto. Sim o futebol é maravilhoso e democrático! Um dos 350 mil habitantes da pequena ilha pode bater no peito e dizer que já pegou pênalti do Messi! E além disso, o goleiro herói Hannes Halldorsson é cineasta. Dirigiu o comercial da Coca-cola abaixo… Já tem um bom primeiro capítulo para um filme, vejamos como serão os próximos.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %


Comentar via Facebook

Comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.